Por que férias forçadas são o melhor para o Vasco hoje?

Estou vendo alguns torcedores falarem coisas sem sentido após a eliminação do Vasco para o Fluminense no estadual este ano. Sem falar que graças ao nosso presidente anta, fomos eliminados da Copa do Brasil de maneira precoce com Cristóvão Borges. Por isso, já tem muito torcedor pessimista dizendo opiniões contrárias nas redes sociais. 

Mesmo que tenham pouca dose de verdade na maioria daqueles que gostam de criticar o time, vale lembrar que o campeonato nem começou e que essa derrota para o Fluminense, foi a melhor coisa que aconteceu neste início de ano.

Pense comigo: do jeito que o Vasco está, se encontrando e recuperando do buraco criado pelo antigo treinador, Milton Mendes ainda não teve tempo o suficiente para dar cara a uma equipe. Pelo pouco tempo que assumiu a equipe, a melhorou por mais de 100%, mas ainda não é suficiente para deixar os cruzmaltinos felizes, estes, que já sofreram com dois rebaixamentos seguidos para a série B. 

Vejo gente dizendo que nosso time é fraco e coisas do tipo, só que na minha opinião sincera, esse plantel não é tão ruim quanto muitos afirmam. Torcedor é aquele tipo de gente que se apega muito a um jogo, a uma situação. Geralmente, muitos nem veem o resultado final de um trabalho, pegando uma goleada em clássico (como foi no caso) como padrão para um ano inteiro de campanha. No ano passado, com o time escaço que tínhamos, quase batemos o recorde de invencibilidade, numa época que parecida com a hoje, não faltou vascaínos pessimistas para criticar o trabalho de Jorginho. Saiba, que um bom time começa por um bom treinador, e isso que Milton Mendes é, ou já se mostrou em um mês de trabalho.

Vamos voltar no tempo e visualizarmos o início do ano. O Vasco começou com a contratação do Cristóvão, este, começou a pré-temporada bem mais cedo que os demais clubes. O objetivo era a disputa da Flórida Cup. O primeiro resultado foi positivo, vencendo o Barcelona do Equador. Mas, a primeira goleada sofrida no ano, mudou muito as coisas - pessoas empolgadas (como eu fiquei, se você lê a postagem do primeiro jogo do ano, vai ver isso) já começaram a ver que esse time não era aquilo que se pensava que era. A desconfiança no trabalho do Eurico, só piora as coisas, colocando pressão em todo aquele que assenta no banco de treinador, o que pode, mudar muita coisa.

Nem mesmo vencendo o River Plate no último confronto, mudou o panorama. Seguindo assim até a derrota para o Flamengo e até a saída do treinador. Se o Vasco tivesse continuado com o trabalho do Jorginho, dificilmente seríamos eliminados e possivelmente, disputando a final para garantir seu segundo tri-estadual. Por causa do mal planejamento, tanto da diretoria, como do Cristóvão, o Vasco só desceu neste início de temporada, coisa que aconteceu de forma oposta aos dois anos anteriores, na qual, vencemos dois torneios sem perder clássicos para em seguida, amargar um rebaixamento, como também, a quase não ida para a série A.

O que eu quero falar para você, torcedor vascaíno, que não precisa se preocupar. O que acontece com o Vasco hoje é o necessário para que o presidente veja, que o time que ele tem, não é perfeito. Em 2015, Dagoberto afirmou que nosso time não disputava o título nacional, dizendo que nossa realidade era totalmente diferente, o que pode ter explicado sua saída do time sem nenhuma satisfação. Eurico não gostou nada das palavras do jogador e pode tê-lo punido por isso. Mas Dagoberto estava certo, ele via que nosso time era fraco e não tinha condições, coisa que Eurico discordava.

Se for para receber vexames, que sejam em torneios fracos, como o estadual. Assim, erros podem ser concertados e com um treinador novo, iniciar novamente a pré-temporada aproveitando-se do período de vinte dias, é mais que bem vindo. Muita gente gostaria que Eurico pagasse pelos seus erros, chegando até desejar um "novo rebaixamento", mas essa gente não vê que ele já paga. Toda vez que a torcida exige sua saída, ou toda a humilhação que os rivais usam com o seu nome, já é algo que ele está pagando. Até mesmo Sergio Malandro zoou ele pessoalmente quando o Vasco estava em maus lençóis em 2015.

Não sei se eles vão contratar, mas a parte de usar meninos da base é boa. Graças ao que aconteceu no clássico, não fiquei animado como estava antes para o Brasileiro, mas a melhor resposta é o tempo. Como eu disse, o bom time começa com treinador e com um bom esquema tático, poderemos ver boas atuações de Nenê e de Luiz Fabiano, cobrado por muitos como se fosse o salvador da pátria, mas que mal chegou e ainda não rendeu porque o time ainda está em formação. 

Eu espero como ninguém o melhor do Vasco no brasileiro e estou convencido, de que, esse período de férias mudará a cara da equipe, podendo ir mais longe no torneio do que a torcida acredita. Futebol é um esporte que surpreende e como disse, não acho o time do Vasco fraco, só acho que ele ainda não está motivado o suficiente.

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.