Rafael Vaz se torna herói que salvou o Vasco de eliminação histórica

Assim como o projeto de rival foi eliminado na segunda fase da Copa do Brasil, duas horas antes, isso quase acontece com o Vasco. Um time que possui 27 ou 28 jogos de invencibilidade (não me lembro ao certo), que entrou em campo desrespeitando o adversário. Resultado: transformaram um jogo praticamente fácil, em um filme de terror.

Nem parecia aquele Vasco que massacrou fora de casa com goleada na estreia da serie B. Já no primeiro jogo sem Riascos no time, a equipe começou a sofrer. O time não marcava, enquanto o adversário, já cheio de si pela possibilidade de vencer o Vasco pela primeira vez em sua história, até dava toques de calcanhar entre os passes para demonstrar que estavam cheios de si.

Em campo, tiraram o Julio dos Sonos e botaram um menino da base chamado Bruno Ferreira (acho que é esse nome), o moleque simplesmente não fez nada!

Gostei do jogo do Jorge Henrique e do Pikachu, mesmo que o Vasco não estando assim tão inspirado.

A parte grotesca dessa novela, é que o time estava perdido em campo, enquanto o adversário, perdia oportunidades incríveis, devido ao nervosismo de encarar uma equipe grande. Se o Vasco fosse um time do mesmo patamar que eles, poderia teri sido eliminado até de goleada. O cruzmaltino não se encontrava de jeito nenhum, Éder Luiz não estava bom. Thalles, para mim, era o pior em jogo!

Fiquei me perguntando: como é que um time desses só tem um atacante? Falo isso porque Jorge Henrique, só faz um gol a cada dois meses, mas mesmo assim, fez alguma coisa hoje.

O que me deixava puto, era o fato de perder a invencibilidade para um time minúsculo. Minha visão de torcedor visualizava um Vasco eliminado, pois se perdesse a invencibilidade, não teria bons rendimentos na disputa de pênaltis, pois estariam abalados o suficiente para cobrar (além do jogo estar sendo realizado sob forte chuva!)

Eu já tinha falado aqui no blog que o Jorginho é o melhor treinador que já vi no Vasco, e hoje, essa teoria ganhou mais força ainda. O sujeito simplesmente tirou o "Riascos gordo" (que saiu sob vaias) e pôs um zagueiro no ataque (lembro que fazia isso no Fifa de videogame, quando eu achava que um cara de trás era melhor goleador dos que alguns times que eu escolhia tinha), mas nunca tinha visto isso pessoalmente.

Não é que deu certo. A mulambada que assistiu o jogo, comemorou até os 48 minutos do segundo tempo, quando Rafael Vaz fez a diferença, tirando minha expressão de puto, para uma expressão de felicidade sem igual. Confira os melhores momentos da partida abaixo:

Imagina se o Vasco fosse eliminado hoje?

A Copa do Brasil é o principal objetivo do clube além da série B.

A vergonha seria sem igual.

Por isso, Jorginho, transforme Vaz em atacante logo, porque depender de Thalles, simplesmente não dá!


Lembrando também que o resto da semana terá a chacota de zoar o Flamengo, que após o jogo do Vasco, foi eliminado no estádio do Volta Redonda pro Fortaleza. Atingindo assim, o PIOR DESEMPENHO DA HISTÓRIA DO CLUBE, ELIMINADO NA SEGUNDA FASE!

Profetizei isso no Facebook e aconteceu!


Boa semana a todos! 

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.