Derrota para Volta Redonda não é o fim do mundo

Olá a todos os vascaínos da página, aqui estou mais uma vez a declarar algo sobre o jogo de hoje. 

Jogando fora de casa, o time precisava apenas de uma vitória para se garantir nas semifinais da Taça Ganabara 2017, mas deixou escapar ao perder de 1x0 para o Voltaço.


Não há nem o que dizer, meus amigos. 

Não vou fazer nenhuma crítica costumeira como se espera quando o Vasco, mais uma vez, permite esse tipo de situação. 

Não vou culpar o técnico, que de antemão, todo mundo fala que é ruim. 

Só que na hora, a gente fica puto. 

Fiquei muito chateado com mais uma derrota do time. 

Talvez, nunca na história desde blog (uns exatos, três anos) tenho lembranças de escrever sobre duas ou mais derrotas no início do estadual. Pelo menos, o elenco desde ano, é sem dúvida, o mais forte em comparação aos planteis anteriores. 

Acompanhei o jogo só pela rádio CBN e vi um Vasco em cima do adversário o tempo todo. Só o que faltou foi a pontaria. O time está bom, mas a falta de perícia para fazer gols, é que desanima! Um problema que vem afetando o clube a vários anos, mas como tem uma equipe realmente competitiva, vai se acertar.

Até a mexida que o treinador fez, na qual, os torcedores chamaram o técnico de burro (no caso, tirar o Allan que não tava fazendo nada, para por Escudero), acreditei que foi o certo.

Antes de mais nada, apenas Volta Redonda e Madureira são de fato, os clubes de menor expressão que realmente podem ganhar dos grandes do Estado. Como falei hoje para um amigo meu mulambo: "o Voltaço é quase como um time grande". 


Em vez de falar do jogo, gostaria de falar sobre o treinador. 

As pessoas falam que Cristóvão é uma bosta (pode me incluir!), mas o que devemos nesta hora, é torcer para que ele faça sim, um bom trabalho. Não é o treinador que eu queria, talvez, fosse o último da terra (tirando Celso Roth). Mas quero lembrar a vocês, que o mundo dá voltas.  

Hoje, ele pode ser considerado um péssimo treinador, mas daqui a alguns anos (e ganhando conquistas), pode sim, mudar para um dos maiores nomes do mercado. 

Falei sobre isso com meu irmão gêmeo, nesta semana. Antes de Cristóvão, o "merda" da vez era o Cuca. Tinha fama de pé frio e que não conquistava nada. Até que ganhou um Carioca e começou avançar no ofício , conquistando no ano passado, o campeonato nacional com o Palmeiras. Espero que levem isso como exemplo, por mais que a gente tenha vontade de crucificar o atual técnico do Vasco.

Até torci por uma hora, para o time não se classificar, mas foi no calor do momento. Eu não confio nele, mas quero confiar. Com um time bom que estão montando, até o sujeito merece ser campeão. Mas é chato, na boa, ver o Fluminense e Flamengo vencer todas as partidas de goleada, enquanto o Vasco, sofre para ganhar do Rezende.

Graças ao bizarro regulamento do carioca este ano, não precisamos mais ganhar Taça Guanabara e/ou Taça Rio, e nisso, que a gente tem que ver. Falta muito campeonato pela frente e o time está sendo montado. 

O Vasco pressionou até o fim, só perdeu por causa da falta de pontaria. Apesar disso, como já falei, o Volta Redonda é um time pequeno que tem força para vencer os grandes (quase foi campeão carioca uma vez). Então amigos, levem isso como algo normal. O Vasco tem time para ir longe em 2017, mesmo que o treinador seja como um "peso", ele está ali para aprender com seus próprios erros. Seu destino de verdade, será traçado de acordo como ele lida com clássicos e também, contra os times do campeonato brasileiro.

Desejo a todos uma boa semana!

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.