Vasco chega a 33 jogos invictos ao vencer o Goiás em casa

Trinta e três jogos, não é para qualquer um! Alguns já cogitam o Vasco como o time mais forte do país, e não é pra menos: está a mais de seis meses sem saber o que é derrota. Por causa disso, o adversário armou um esquema para estragar o triunfo, na qual deu certo.

Ao meu ver, o time precisa de Andrezinho e Nenê (é praticamente dependente deles) e deixaram o primeiro na reserva. Está certo que o cara voltou de lesão, mas sua entrada foi o ponto chave para mais uma vitória.

Após um empate horrível contra um time fraco, o Vasco encarou um Goiás sem pontaria, mas guerreiro.

Se o juiz tivesse dado o pênalti que aquele garoto, Willian Oliveira, talvez mudasse todo o panorama do jogo. Confira o lance: 

Não considero essa vitória como "roubada" porque nos últimos três jogos (incluindo o empate contra o Oeste) penalidades máximas claras foram ignoradas pela arbitragem.


Gostei também da atuação de Leandrão, que parece que vai dar uma de Riascos e ganhar uma confiança igual ao mesmo.(Espero que tirem logo o Thalles e coloquem ele ou jogador diferente da base na mesma função). A vitória de hoje veio graças a substituições, veja o que o Jorginho falou a respeito:

É desejo da diretoria ganhar a Copa do Brasil esse ano. Você acha que eles conseguem? Para mim, se tiver pés no chão, poderão chegar a pelo menos, 50 jogos sem perder (o que já é uma marca invejável no futebol de hoje).

A própria sequência é o início da exaltação diante de toda humilhação do ano passado, que era para ter sido o recomeço e se tornou retrocesso em seu lugar. Atualmente, estou gostando do trabalho do Eurico, mas a gente precisa ganhar taças, só assim vamos com todas as letras declarar: "O respeito voltou, ponto!".

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.