Vasco é campeão invicto da Taça Guanabara 2016

Esse era o jogo que eu mais queria ver até agora este ano.

O Fluminense, teria que receber o troco após ser o último time (até agora) a vencer o Vasco, ainda no ano passado. Justamente, foi essa derrota que causou o rebaixamento do time para a segunda divisão, por isso, por mais que eu tenha estima pelo tricolor das laranjeiras, eu queria até goleada.

Por causa da troca de computadores aqui em casa, me restando a opção de usar o meu pc mais antigo (que resultará na pausa do canal do youtube no blog), sofri para assistir esta partida. Além de um pc muito fraco a minha disposição, teria que lhe dar com a decepção de que os canais abertos, desistiriam de transmitir o jogo, tudo por causa da BanDilma. 

Está certo que é um marco pro país, mas precisava excluir o jogo da programação? Porque não fizeram quando houve aqueles protestos contra a presidente, na qual, era jogo do Flamengo e toda hora mostrava uma palhinha do que estava acontecendo. O que me deixou com raiva, foi a decisão dos canais abertos em transmitir a queda da presidente do Brasil - sim, me inclua no roll daqueles que querem que a "presidanta" se ferre, mas tirar o jogo da programação foi o fim da picada.

Decidi acompanhar o jogo então pela internet, nesses sites que pegam o sinal da Premiere (único canal a transmitir o jogo) e mesmo assim, deu um problema lá do qual o próprio narrador diz não estar recebendo as imagens do jogo. "Problemas técnicos"? Isso nunca aconteceu na Premiere. Eu já tive assinatura deles aqui em casa e se fosse assinante hoje, eu chutaria o pau da barraca! 


Aqui vemos o descaso que fazem com o Vasco. Entendo que é um momento importante para o Brasil, mas tirar nosso futebol com informações que só vão valer lá pelas 10h da noite, demonstram que a TV trava times que não são de sua preferência (Flamengo ou Corinthians), como inferiores. Se o lixo da Gávea tivesse disputando uma final de qualquer torneio, os caras paralisariam até o Apocalipse, só pra transmitir o jogo.

Como não restava mais opção, fui assistir o jogo pela rádio - ja no segundo tempo. Advinha, Luiz Penido parou de transmitir o jogo para ficar falando sobre impeachment. Fiquei escutando aquela coisa só ouvindo a torcida de fundo no estádio.

Daí, depois que o Vasco fez o gol, que o narrador da Globo decidiu narrar a partida e esperaram terminá-la para ficar falando do processo da Dilma.


Sobre o jogo, não há muito o que falar. Só que eu fiquei muito nervoso com a situação, ainda mais por ter um irmão gêmeo tricolor que estava acompanhando comigo. Tudo que ele queria é que eu fosse "vice mais uma vez", mas entendia que se seu time perdesse, ele não ligaria - pois o mesmo tem estima pelo Vasco e sabe como é que eu já fui criticado por causa de más atuações em finais nos últimos anos (coisa que está começando a se apagar).

Agradeço muito ao "preto" (Riascos, eu o chamo assim) e ao Martín Silva, principalmente a este guerreiro, que se não fosse por ele, seríamos motivo de chacota para todo o país. Quando ele defendeu aquela bola cara a cara com o jogador do Fluminense, meu coração tremeu ouvindo o jogo pela rádio.

Agora, iremos pegar o Flamengo (mais uma vez) mas com a vontade do empate. Agora, o Vasco se igualou a marcas históricas anteriores, que eram ficar 21 jogos sem perder. Como o próximo jogo será contra o lixo do Rio de Janeiro, já estamos com meio caminho andado para 22, um feito inédito para a história do clube (acredito eu).

Para encerrar, só quero também agradecer não só ao técnico Jorginho, mas pelo seu assistente, Zinho, ex-mulambo. O Cara se empolga com o gol do Vasco mais do que o próprio treinador ou os jogadores - esse sim nem parece que foi ídolo do lixo do Rio no passado. Parabéns por escolher o lado vencedor!

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.