Contratações do Vasco estreiam bem na Copa do Brasil

Vasco vence Santos do Amapá por 2x0 na estreia da Copa do Brasil 2017

Fala, caros amigos vascaínos da página. Hoje, nosso clube estreia na Copa do Brasil 2017!

Após dois vexames no início do ano (as goleadas sofridas para Corinthians, na Florida Cup! e pro Fluminense, na estreia do Estadual), forçou a diretoria correr atrás e montar (pela primeira vez em todo mandato de Eurico) um time realmente competitivo. 

Isso é só o começo! Mas também não me ilude. 

Você que acompanha o blog a mais de dois anos, sabe que eu era eu "euriquista". Por mais que desejava o melhor pro Vasco, minha preferência nas eleições passadas, era o atual presidente do clube. O que passou após o clube ser rebaixado mais uma vez, além de outras coisas que já cansei de reclamar aqui.

Citei as derrotas no início do ano apenas para comentar o quanto eu estou ficando animado com o Vasco. São tantos jogadores bons que estão vindo (diferente do ano passado), que aquele medo de ser rebaixado mais uma vez no brasileirão 2017 está sumindo.

Claro que ainda é cedo para falar, só o tempo dirá, mas é difícil não ficar feliz quanto seu clube está montando um time realmente forte, da qual, o último que mantinha tal característica, era o lendário time de 2011, campeão da Copa do Brasil de mesmo ano.

O Vasco inicia sua trajetória contra o não conhecido Santos do Amapá, jogando fora de casa, pelo novo regulamento, precisaria apenas de um empate para passar a próxima fase. Diferente do que conhecemos da Copa do Brasil, este ano, as duas primeiras fases são feitas em jogos únicos. Os times pequenos costumeiros jogam em casa mas precisam vencer para se classificar, em quanto os grandes, visitantes, precisam apenas do empate para prosseguir.


Em sua estreia, o Vasco aproveita a oportunidade para treinar sua equipe e assim, formar um time forte para as demais competições. Por causa do regulamento, o jogo se torna um jogo-treino, sendo essencial para introrsar a equipe.

Ainda não entendi porque Thalles continua sendo o titular! Só sei que as novas contratações (principalmente no ataque, como Kelvin) tem feito o nosso atacante gordo ir atrás do resultado.

Nessa primeira etapa, o jogador correu atrás e deu sangue, até drible, o rapaz tentou, sem sucesso, é claro. Na boa, se esse cara tivesse na reserva, neste primeiro tempo, o time já estava para estar ganhando 3x0. Vencer um clube que só deu uma cabeçada pro chão aos quarenta minutos, é o tipo de adversário que vencemos facilmente ao conferir o placar.

Dos demais jogadores, no primeiro tempo, dou destaque para Pikachu e para Guilherme, na qual, foi o responsável para a jogada que deu o gol de pênalti cobrado por Nenê. Gostei também de Escudero (que vejo melhorar a cada jogo) além de Allan, que apresentou uma certa melhora.

No segundo tempo, saiu Thalles e Escudero para a entrada de Muriqui e de Kelvin. O que resultou no mesmo resultado: com o mando do Vasco em campo! Em nenhum momento, Martín Silva foi incomodado.

Depois, Yago Pikachu saiu para a entrada de um novo estreante: o lateral Gilberto, outra recente contratação do Vasco. Posso falar que o time deu um up! O Vasco só não marcou, por causa dos gols perdidos de Kelvin, que perdeu três oportunidades claras! (Talvez, pela falta de ritmo, mas em campo, se demonstrou muito mais do que se espera de Thalles)

Do trio que compõe as novas aquisições do clube (Muriqui, Kelvin e Gilberto), fui surpreendido pela atuação de Gilberto, que se mostrou um lateral muito mais perigoso que Pikachu (por incrível que pareça). Infelizmente, mais uma vez, Guilherme sofreu pênalti, no que resultou em mais um gol de Nenê. (Que foi dois gols de pênalti, um em cada lado do campo).

Parece que vencer 2x0 com dois gols de pênalti contra um time de menor expressão possa ser pouco, mas para mim valeu e muito! A qualidade de Guilherme e os demais apresentados, já demonstram outro time do Vasco, bem diferente daquele de 2014, 2015 e 2016.

Estou começando a ficar confiante, talvez para sonhar com algo mais. Mesmo com os pés no chão, tenho ficado com orgulho, pois a muito tempo, não tenho visto um Vasco realmente forte.

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.