Caso Grêmio Racista e Aranha

Como muitos sabem (ou não), a torcida racista do Grêmio ofendeu o goleiro do Santos (Aranha) no primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil.

Uma torcedora foi fragada chamando o goleiro de "macaco" e em matéria do site Uol Esporte já notificou que a vadia perdeu seu emprego. Mas não foi só ela, mas sim uma boa parte da torcida que novamente ofendeu jogadores por serem de uma outra cor.

Eu não sou "preto" (falando da minha etnia) mas deve ser sinistro alguém te criticar pela cor da sua pele. Pode ser parecido como sofrer humilhação por ser gordo ou feio, mas não posso entender - só que deve ser "dose".

Isso me lembrou uma amiga que conheci na internet e que tinha ficado com um sujeito e depois disse que não queria mais ela porque ela seria uma afro-descendente (vou por assim, mas você me entendeu). Algumas coisas que ela tinha falado pra mim em questão... coisas amargas e que parecem ficar um pouco na alma, mas não posso entender porque nunca fui ofendido por ser da "raça que eu tenho" (se é que é correto falar desse jeito e com essas palavras).

Sou contra o racismo de todas as formas, desde criança - isso inclui também o contrário: "não é só porque o cara é negro, pode se sentir superior ao branco" - direitos iguais! 

Para não desviar do assunto, a diretoria do Grêmio vai tomar alguma atitude e o goleiro do Santos vai correr atrás. Tomara que consiga prender aquela vagabunda que fez isso. O negócio é tão trágico, que até negros da torcida do Grêmio conseguem menosprezar alguém de sua própria etnia, como você vê na figura abaixo...



O que o goleiro passou, eu nunca vou saber e/ou entender. Não estou na pele dele, mas deve ser muito tenso isso. Deve ser muito tenso também ter esse time como rival no Sul. Segundo um torcedor do Internacional a torcida gremista criou até uma música satirizando a morte de Fernandão (ídolo do colorado). Torcida ridícula de merda que não respeita ninguém! Veja as palavras do goleiro Aranha sobre o ocorrido no final do jogo... é muito tenso isso...

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.