Treinador faz burrice mas é salvo pelo time que conseguiu os primeiros pontos fora de casa

Será mesmo que esse técnico é mesmo formado onde diz ser, ou será que é apenas um curso por correspondência? Ninguém precisa se formar na UEFA para saber, que na situação que está, Nenê é essencial para o equilíbrio da equipe.

A história já começou engraçada, quando o homem pôs Thalles novamente como titular (chega a ser incrível, é sério - nunca vi uma só pessoa receber tanta oportunidade na vida, enquanto outros bem melhores, como Marquinhos do Sul e Caio Monteiro, serem descartados.). 

Por que não Manga? Por que não outro da base? Por que esse treinador que joga de um jeito em São Januário e fora atua que nem o Cristóvão Borges? Aos que vem lendo as postagens do blog, pelo menos, desde o início do ano, sabem o quanto eu respeitava tal treinador. Ao ver no jogo de hoje, somando aos demais da temporada, na qual, esteve sob seu comando, já começo a ter minhas dúvidas.

Talvez pela falta de experiência com clubes de grandes expressão, o cara tende a fazer tais merdas - o que essa diretoria do inferno deveria puni-lo de alguma forma. Milton tende a tratar o Vasco como um time pequeno, o que explica a perca de dois pontos hoje, ou pior, o que explica, de ser o único time do Rio, a não ter uma vitória ou pontos fora de casa.

Até o momento, eram 15 pontos ganhos apenas em São Januário (poderiam ser 18 se não abrissem as pernas pro Corinthians!). Tirando isso, somam-se cinco derrotas -  o que já é algo ruim para a imagem do Vasco. O lado bom da história, é que esse é o time mais forte, desde que comecei a escrever esse blog, o que já dá pra comparar as duas últimas vezes, em que, o time disputou a primeira divisão. O próximo jogo será contra o projeto de rival, sem Douglas (que recebeu o terceiro cartão e consequentemente, suspensão).


Acredito que o Milton poderá mudar sua própria imagem diante da torcida de acordo com os resultados das próximas cinco rodadas, a começar pelo jogo contra o projeto de rival, mais conhecido como saco de pancadas do Vasco. Os mesmos que estão indo bem no campeonato e a mídia já tá enchendo o saco, ou seja, queimar o filme dessas bichas é o que vem para agora. 

Não quero saber de empate! Eu quero é vitória! 

É por isso, como já venho falado aqui no blog há muito tempo, que estou só colocando postagem em dia de jogo. Era do meu desejo deixar mais movimentado, mas o que fazer? Ficar relembrando passado enquanto essa diretoria só faz merda? O que adianta falar sobre uma contratação, quando ela não muda nada ou demorará para ver se ainda entra no time. Wagner, é o maior exemplo disso - ele foi contratado a um tempo e acredito que não esteja na forma ideal para jogo, ou, se tem, é porque o treinador prefere Mateus Vital ou outro (este que vem jogando mal e hoje mesmo, continuou em campo enquanto Nenê era substituído). 

Por que não aproveitam Caio Monteiro? Por que não usam Manga? 

Eu até achei certo repetir a equipe que entrou contra o Atlético Goianinense, mas, porque não deixar Thalles de lado? Porque só ficam nos mesmos parasitas? Yago Pikachu pode ir mal as vezes, mas eu tenho confiança nele - acho que até colocaria ele na lateral esquerda - sua posição original. 

No jogo de hoje, tivemos várias perguntas - porque fazer tais substituições? 

Por que TIROU NENÊ, enquanto Mateus Vital estava sumido como sempre?

Por que TIROU UM ATACANTE (no caso, Thalles) para por um ZAGUEIRO?(Eu particularmente, não gosto desse jogador gordo, mas é um atacante - tirá-lo do jogo para por um defensor, é esperar pelo empate).

TREINADOR COVARDE.

PENSA QUE O VASCO É TIME PEQUENO!

O COXA ESTAVA ATÉ COM MEDO DO VASCO E VOCÊ VAI LÁ E FAZ ESSES ESQUEMAS MALUCOS, NA QUAL, NEM CRISTÓVÃO BORGES FEZ deixando o adversário que estava morto e sem criatividade, crescer e virar o jogo. É por isso que esse time não tinha pontuado fora de casa até agora, e ainda se diz formado pela Uefa.

Não entendo dos esquemas táticos porque sou apenas um torcedor, mas não é necessário entender para ver que esse time, PRECISA DE NENÊ, e que as substituições que você fez, entregariam os pontos para o adversário. Burro! Pela primeira vez, o chamo de burro! Que aprenda com seus jogadores, que aqui é Vasco da Gama - estes, sim. Merecem meu respeito, jogando com as peças que você colocou, deram tudo de si para empatar o jogo - enfrentando seu esquema horroroso, o adversário e o frio de Curitiba, seu bosta.

Se montasse um time com dois atacantes, a história poderia ser outra. Agora, você tem obrigação de ganhar do Flamengo com São Januário lotada, senão, pode dizer adeus. O Vasco parece não ter treinador a muito tempo! 

Boa semana a todos!

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.