Sem Cristiano, Vasco vence Ponte Preta

Iaê seus loucos... imagino que todos devem estar tão doidos como o Riascos hoje! Pela primeira vez, Jorginho seguiu a lógica e removeu Cristiano do time principal. O resultado foi algo lógico: a primeira vitória do novo técnico (que venham mas como essas, por favor). Sobre o jogo, só vou falar que ele foi meio feio, era chutão para tudo o que é lado.

De estreante estava Bruno Telles (ou Bruno Galo, como foi chamado na partida). Na lateral, ignorando o já amado Cristiano, finalmente colocaram Julio Cesar e o time deu uma melhorada pelo o que vinha jogando.

Gostei novamente da atuação do Diguinho, mas pensei que tudo poderia ser diferente quando ele saiu, por lesão.Com a entrada de Riascos e Andrezinho, o time mudou muito - o atacante colombiano costuma avançar a equipe quando atua, mas, por estar em um dia louco, deixava bolas fáceis passarem além de criar passes sem sentido (como se tivesse no mundo da lua).

O time apenas marcou um gol, com Leandrão, o cara que Eurico no desespero trouxe para São Januário para ver se esse time "toma vergonha na cara". Confira o gol abaixo:


O cara que eu mais esperava no time, foi o que teve uma atuação abaixo do esperado, Nenê. Errou tudo o que era passe. No fim, o time poderia até sair com mais de dois gols de vantagem, já que teve uma bola na trave, uma bola que passou rente a trave e nos lances que Riascos perdeu por não se encontrar no gramado.

Isso foi muito bom para o ânimo da equipe. É claro que não livra ninguém dos 99% de chances de rebaixamento, porém dar um gás a mais. Seja como for, o dia de hoje pode ser o que a diretoria tanto esperava: uma virada.

Nada melhor do que iniciar uma virada na tabela, do que começando a vencer fora de casa.
Confira a coletiva do Jorginho abaixo:

Gostaria de parabenizar Jordi, que respondeu bem a reporter da Fla-press que lhe fez perguntas de forma ofensivas ao time. Também adorei ver todos os demais jogadores não darem entrevistas a repórter da Globo (nem precisa falar o porque né?).

Para descontrair um pouco, veja o vídeo abaixo feito pelo canal Respeitão da Gama.



Para encerrar, como torcedor - eu acredito. Por mais que esse time possa me deixar triste, eu amo o Vasco da Gama. Dá sim pra sair dessa, para isso, é necessário pontuar, de preferência vencer.É melhor ser rebaixado pra série B no último jogo do torneio lutando, do que apenas jogar pra cumprir tabela.


Eu acredito em milagres! Se acreditei no dia que o time estava perdendo de 3x0 pro Palmeiras na Mercosul de 2000 (da qual ouvi piadinhas do meu pai sobre minha fé), porque não acreditar agora? Cada jogo é uma final, por isso, vamos apoiar.

No fim da partida, interessante foi ver Rodrigo, fazer o sinal da Força Jovem Vasco na maior cara de pau...

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.