Time pouco inspirado perde para São Paulo e mantém tabu

Falei da possibilidade de vencer o São Paulo no último jogo, mas o tabu de não vencer o time paulista (a última vez, em 2012) permanece. O que me dá mais raiva, é que o time dos homens, na situação que está, ainda conseguiram manter a freguesia. Sobre isso, não há nem o que falar. Time sem Nenê, que deve dar adeus ao time ao não viajar para averiguar proposta para o interior, é o mesmo que consegue ainda perder para um forte candidato ao rebaixamento este ano.

Eu nem vi o gol, porque quando liguei a TV, já era 13 minutos de jogo e os safados já tinham tomado gol desse time morto. Como não me interessa, nem vou assistir ou procurar a respeito. Também, nem vou ficar escrevendo nada sobre este jogo. Primeiro, foi o zero a zero sem graça contra o Santos, com um a mais e com um treinador jogando na defesa mesmo, não precisando. Agora, sem o treinador que cumpre suspensão, o time tem toda a bola mas não consegue finalizar decentemente.

Para mim, Nenê fez mais falta do que nunca. Sistema de criação muito fraco! O próprio Thalles, não chegou a realizar uma finalização no primeiro tempo. Time que não tinha batedor de falta ou escanteio! Mas não adianta chorar, nem muito menos, se irritar com tal resultado. Estou chateado por ver meu Vasco manter uma freguesia com um time que no momento, não vencia ninguém a nove rodadas. Agora, devemos rezar bastante, uma vez que o adversário é o Atlético Mineiro, em Minas Gerais.

Para finalizar, vou repassar aqui alguns comentários dos torcedores que eu peguei na página do Facebook do Vasco, para compartilharmos essa revolta de perder para o atual São Paulo. Boa semana a todos!






E até torcedor do São Paulo zoa o Vasco, pelo amor de Deus

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.