Jorge Henrique marca e deixa o Vasco a um passo do título estadual

"Nunca critiquei" - frase que acredito que muitos disseram quando Jorge Henrique marcou aquele gol. Me inclua nesse roll!

Brincadeiras a parte, quero parabenizar primeiro, o Ricardo Gomes, treinador do Botafogo. Ele montou um esquema que travou o Vasco brilhantemente. Com certeza, até agora, foi o clube que o time encontrou mais dificuldades para balançar as redes.

Outro que eu tenho que agradecer, é o treinador do Vasco, Jorginho. Nesta semana, a Fla-press deixou de falara da final do estadual, para ficar enchendo o saco sobre o futuro do técnico do Vasco. Por causa disso, o treinador foi obrigado a falar sobre sua permanência no clube.


Outro que eu tenho que dar créditos ao quadrado, foi Martín Silva! Graças a esse santo, o Vasco manteve a invencibilidade. O cara agarrou muito, salvando inclusive o time, de um gol feito; Imagina se o adversário marca, jogando com menos um, como seria a reação do time? Por isso, dê um oscar ao melhor goleiro que já vi no Vasco, por favor!

Carlos Germano foi incrível, Helton também. Fernando Prass foi aquele que deu alguns passos para se tornar um goleiro lendário, mas não chegou nem perto do Martín. Posso ir além e dizer que nesses dois últimos anos, Martín Silva fez mais defesas memoráveis até que Germano (pelo menos, mais difíceis).

A partida

No primeiro tempo, o Botafogo foi mais perigoso. Encaravam a final desse ano, como uma revanche do ano passado. Para eles, o título era só mais um prêmio, como também, o prazer de "descontar" no Vasco. Para nossa alegria, Jorginho percebeu que o esquema de Ricardo Gomes, poderia ser quebrado se avançasse mais os jogadores do Vasco. 

A tática deu certo, como o Botafogo jogava criando quatro linhas e fechando o meio de campo, na intenção de travar a estratégia do Vasco, o time avançou mais, o que melhorou e muito! O segundo tempo foi do Vasco, conseguindo marcar o único gol do jogo através da falha do goleiro deles...

Quem diria, Jorge Henrique voltou a marca... e ainda mais, num jogo decisivo.

Pô Sassá, isso não se faz!

Só que a vitória só nos deixa na frente. Ainda há mais um jogo difícil! 

Não olhem o Botafogo como time fraco, ele é o único time do Rio com poder suficiente para vencer o cruzmaltino. A partida de hoje, foi prova disso, quando perderam um jogador expulso, quase marcaram duas vezes, só não tiveram êxito graças as incríveis habilidades de Martín Silva.

Confira a coletiva do Jorginho após a partida:



Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.