Site Uol cria notícia fake sobre vínculo do Vasco com a Umbro

E assim abrimos as vergonhas da Fla-press 2017!

Como já mostrei aqui várias vezes, a mídia marrom faz questão de destruir a imagem do Vasco.

Após acompanhar várias notícias que não são relevantes para tratar aqui, fui no site do Vasco afim de procurar alguma resposta. Para ver se as tais "contratações" que a mesma mídia que difama o Vasco anuncia, foram confirmados pelo Vasco.

Por isso, peço a você, torcedor vascaíno, que não espere nada a não ser que seja confirmado pelo clube. É a mesma coisa que você estar na praia e encontra aquela mina gostosa. Você está afim dela, e daí? Vai levar alguma coisa? A não ser que você a pegue, aí sim, já foi consumado. Agora, os caras ficam enchendo o saco que o Vasco tá de olho em tal jogador, em outro jogador, enquanto a novela do Luiz Fabiano não se resolve.

Já que os efeitos da goleada sofrida pelo Fluminense já foram amenizados, tá na hora de novamente escrachar o clube. Novamente, os homens por trás dos teclados, anunciam na maior cara dura, que o Vasco está rompendo com a Umbro.

Veja a resposta do Vasco:
Mais uma vez, nesta terça-feira (31/01), o site UOL repetiu e colocou como destaque em sua primeira página uma reportagem sobre um rompimento do Vasco com a Umbro. A matéria é mentirosa.
Vasco e Umbro possuem contrato em vigor e boas relações de parceria. Além disso,  já está previsto o lançamento de uma nova coleção oficial até o fim do primeiro semestre, além da volta de uma terceira camisa este ano. Só por essas informações pode-se avaliar o prejuízo causado  pela especulação.
A matéria é tão insana que fala em pedido às lojas oficiais que comprem menos produtos tendo em vista uma possível mudança de fornecedor que ainda tem um ano de contrato com royalties a serem pagos ao clube. Sendo assim, o Vasco decidiu por uma notificação judicial sob pena de uma ação por perdas e danos.
Portanto, o Vasco reafirma que a Umbro é sua parceira, fornecedora e o mercado terá a segurança para trabalhar com as novidades de 2017.

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.