Jornal Frânces destaca a luta do Vasco contra o racismo

Para quem não conhece a história do clube, vale aqui um resumo: no início do século XX, quando o futebol ainda engatinhava aqui no Brasil. Se tornou um "esporte da elite". Apenas os que tinham boas condições financeiras jogavam e assistiam os jogos nos poucos estádios que foram construídos. Além da proibição de pobres de se chegar perto da prática, negros nem podiam sentir o cheio da bola. Era um tempo de racismo muito forte na época, racismo esse que tinha muita força na sociedade.

Quando o time do Vasco passou de regatas para remo, trouxe consigo todo o pessoal mais simples do Rio de Janeiro ao esporte. Com seu time de negros e operários, começou a chamar a atenção dos grandes do Estado (Flamengo, Fluminense e Botafogo). Para eles, tanto pobres, quanto negros não poderiam usufruir as emoções do futebol. Foi graças ao Vasco, que esse pessoal mais humilde pode ter acesso aos estádios, assistindo aos jogos. Por causa disso, enfrentou os grandes para que os negros ganhassem o direito de serem jogadores (já que seu time foi o PRIMEIRO DO BRASIL a ter jogadores de pele escura), algo que na época era quase como um pecado.

Em 1904, tivemos nosso primeiro presidente Negro; São Januário foi construído porque os grandes do Rio inventaram uma desculpa para tirar o Vasco, da liga. "Seu time não pode jogar conosco porque não possui Estádio", era o que afirmaram. No fim, o povão juntou um dinheiro e construiu sem ajuda de ninguém nossa casa. Isso é uma história que outro time não tem, por isso que eu me orgulho. Enquanto outros times tem cores que eles escolheram sem significado, o nosso tem um motivo muito forte.

Interessante é quando um jornal de outro país dá destaque a nossa luta. Confira no site deles a matéria completa (está em Francês, é recomendável o uso de Google tradutor caso não saiba falar esse idioma).


Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.